Projetos cofinanciados pela EU
Grande Sábio
centro de atividades educativas, lda.
 

Formação financiada

Atualmente o Grande Sábio abraça o projeto POISE (Programa Operacional Inclusão Social e Emprego) com o intuito de criar condições ou proporcionar oportunidades aos que direta ou indiretamente nos procuram e são beneficiados pelas nossas ações.
Com este propósito contamos com as seguintes formações:

Evolução e perspetivas da dinâmica familiar e da parentalidade

Evolução e perspetivas da dinâmica familiar e da parentalidade
UFCD | 9853
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer a evolução histórica da dinâmica familiar.
  • Reconhecer os modelos familiares.
  • Reconhecer as diversas formas de parentalidade.
  • Reconhecer a importância da resiliência nos contextos familiares.
  • Aplicar estratégias de gestão e prevenção de conflitos.

Fonte ANQ

  • Evolução e perspetivas da dinâmica familiar
    • Família numa sociedade em mudança
    • Diversidade de modelos familiares
  • Situação da família em Portugal
    • Conciliação entre a vida familiar e a vida profissional
    • Políticas públicas de apoio à família
    • Formas de parentalidade
      • - Responsabilidades Parentais Partilhadas e residência única
      • - Responsabilidades Parentais Partilhadas e residência alternada
      • - Responsabilidade Parental única e residência única
    • Parentalidade
      • - Biológica
      • - Adoção
      • - Apadrinhamento civil
      • - Tutela
      • - Parentalidade e pluralidade de modelos e contextos familiares
  • Resiliência em contexto familiar
    • Fatores de risco e fatores de proteção
  • Colaboração com a família
    • Estilos educativos parentais
    • Adaptação a diferentes contextos familiares
    • Estratégias de gestão e prevenção de conflitos
  • Igualdade, cidadania e género

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Ambiente, Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho - conceitos básicos

Ambiente, Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho - conceitos básicos
UFCD | 0349
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os principais problemas ambientais.
  • Promover a aplicação de boas práticas para o meio ambiente.
  • Explicar os conceitos relacionados com a segurança, higiene e saúde no trabalho.
  • Reconhecer a importância da segurança, higiene e saúde no trabalho.
  • Identificar as obrigações do empregador e do trabalhador de acordo com a legislação em vigor.
  • Identificar os principais riscos presentes no local de trabalho e na atividade profissional e aplicar as medidas de prevenção e proteção adequadas.
  • Reconhecer a sinalização de segurança e saúde
  • Explicar a importância dos equipamentos de proteção coletiva e de proteção individual

Fonte ANQ

  • AMBIENTE
    • Principais problemas ambientais da atualidade
    • Resíduos
      • - Definição
      • - Produção de resíduos
    • Gestão de resíduos
      • - Entidades gestoras de fluxos específicos de resíduos
      • - Estratégias de atuação
      • - Boas práticas para o meio ambiente
  • SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO
    • CONCEITOS BÁSICOS RELACIONADOS COM A SHST
      • - Trabalho, saúde, segurança no trabalho, higiene no trabalho, saúde no trabalho, medicina no trabalho, ergonomia, psicossociologia do trabalho, acidente de trabalho, doença profissional, perigo, risco profissional, avaliação de riscos e prevenção
    • ENQUADRAMENTO LEGISLATIVO NACIONAL DA SHST
      • - Obrigações gerais do empregador e do trabalhador
    • ACIDENTES DE TRABALHO
      • - Conceito de acidente de trabalho
      • - Causas dos acidentes de trabalho
      • - Consequências dos acidentes de trabalho
      • - Custos diretos e indiretos dos acidentes de trabalho
    • DOENÇAS PROFISSIONAIS
      • - Conceito
      • - Principais doenças profissionais
    • PRINCIPAIS RISCOS PROFISSIONAIS
      • - Riscos biológicos
      • - Agentes biológicos
      • - Vias de entrada no organismo
      • - Medidas de prevenção e proteção
      • - Riscos Físicos (conceito, efeitos sobre a saúde, medidas de prevenção e proteção)
      • - Ambiente térmico
      • - Iluminação
      • - Radiações (ionizantes e não ionizantes)
      • - Ruído
      • - Vibrações
      • - Riscos químicos
        • - Produtos químicos perigosos
        • - Classificação dos agentes químicos quanto à sua forma
        • - Vias de exposição
        • - Efeitos na saúde
        • - Classificação, rotulagem e armazenagem
        • - Medidas de prevenção e proteção
      • - Riscos de incêndio ou explosão
        • - O fogo como reação química
          • - Fenomenologia da combustão
          • - Principais fontes de energia de ativação
          • - Classes de Fogos
          • - Métodos de extinção
        • - Meios de primeira intervenção - extintores
          • - Classificação dos Extintores
          • - Escolha do agente extintor
      • - Riscos elétricos
        • - Riscos de contacto com a corrente elétrica: contatos diretos e indiretos
        • - Efeitos da corrente elétrica sobre o corpo humano
        • - Medidas de prevenção e proteção
      • - Riscos mecânicos
        • - Trabalho com máquinas e equipamentos
        • - Movimentação mecânica de cargas
      • - Riscos ergonómicos
        • - Movimentação manual de cargas
      • - Riscos psicossociais
    • SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA E SAÚDE
      • - Conceito
      • - Tipos de sinalização
    • EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
      • - Principais tipos de proteção coletiva e de proteção individual

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Competências empreendedoras e técnicas de procura de emprego

Competências empreendedoras e técnicas de procura de emprego
UFCD | 8600
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Definir o conceito de empreendedorismo.
  • Identificar as vantagens e os riscos de ser empreendedor.
  • Identificar o perfil do empreendedor.
  • Reconhecer a ideia de negócio.
  • Definir as fases de um projeto.
  • Identificar e descrever as diversas oportunidades de inserção no mercado e respetivos apoios, em particular as Medidas Ativas de Emprego.
  • Aplicar as principais estratégias de procura de emprego.
  • Aplicar as regras de elaboração de um curriculum vitae.
  • Identificar e selecionar anúncios de emprego.
  • Reconhecer a importância das candidaturas espontâneas.
  • Identificar e adequar os comportamentos e atitudes numa entrevista de emprego.

Fonte ANQ

  • Conceito de empreendedorismo – múltiplos contextos e perfis de intervenção
  • Perfil do empreendedor
  • Fatores que inibem o empreendorismo
  • Ideia de negócio e projet
  • Coerência do projeto pessoal / projeto empresarial
  • Fases da definição do projeto
  • Modalidades de trabalho
  • Mercado de trabalho visível e encoberto
  • Pesquisa de informação para procura de emprego
  • Medidas ativas de emprego e formação
  • Mobilidade geográfica (mercado de trabalho nacional, comunitário e extracomunitário)
  • Rede de contactos
  • Curriculum vitae
  • Anúncios de emprego
  • Candidatura espontânea
  • Entrevista de emprego

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Comunicação assertiva e técnicas de procura de emprego

Comunicação assertiva e técnicas de procura de emprego
UFCD | 8599
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Explicar o conceito de assertividade.
  • Identificar e desenvolver tipos de comportamento assertivo.
  • Aplicar técnicas de assertividade em contexto socioprofissional.
  • Reconhecer as formas de conflito na relação interpessoal.
  • Definir o conceito de inteligência emocional.
  • Identificar e descrever as diversas oportunidades de inserção no mercado e respetivos apoios, em particular as Medidas Ativas de Emprego.
  • Aplicar as principais estratégias de procura de emprego.
  • Aplicar as regras de elaboração de um curriculum vitae.
  • Identificar e selecionar anúncios de emprego.
  • Reconhecer a importância das candidaturas espontâneas.
  • Identificar e adequar os comportamentos e atitudes numa entrevista de emprego.

Fonte ANQ

  • Comunicação assertiva
  • Assertividade no relacionamento interpessoal
  • Assertividade no contexto socioprofissional
  • Técnicas de assertividade em contexto profissional
  • Origens e fontes de conflito na empresa
  • Impacto da comunicação no relacionamento humano
  • Comportamentos que facilitam e dificultam a comunicação e o entendimento
  • Atitude tranquila numa situação de conflito
  • Inteligência emocional e gestão de comportamentos
  • Modalidades de trabalho
  • Mercado de trabalho visível e encoberto
  • Pesquisa de informação para procura de emprego
  • Medidas ativas de emprego e formação
  • Mobilidade geográfica (mercado de trabalho nacional, comunitário e extracomunitário)
  • Rede de contactos
  • Curriculum vitae
  • Anúncios de emprego
  • Candidatura espontânea
  • Entrevista de emprego

Fonte ANQ

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;
  • Habilitação mínima:
    • Empregados: não tem;
    • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição
  • BI; NISS; NIF; ou Cartão Cidadão.
  • Certificado de Habilitações Literárias
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com data início e tipo contrato
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Desenvolvimento pessoal e técnicas de procura de emprego

Desenvolvimento pessoal e técnicas de procura de emprego
UFCD | 8598
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Definir os conceitos de competência, transferibilidade e contextos de aprendizagem.
  • Identificar competências adquiridas ao longo da vida.
  • Explicar a importância da adoção de uma atitude empreendedora como estratégia de empregabilidade.
  • Identificar as competências transversais valorizadas pelos empregadores.
  • Reconhecer a importância das principais competências de desenvolvimento pessoal na procura e manutenção do emprego.
  • Identificar e descrever as diversas oportunidades de inserção no mercado e respetivos apoios, em particular as Medidas Ativas de Emprego.
  • Aplicar as regras de elaboração de um curriculum vitae.
  • Identificar e selecionar anúncios de emprego.
  • Reconhecer a importância das candidaturas espontâneas.
  • Identificar e adequar os comportamentos e atitudes numa entrevista de emprego.

Fonte ANQ

  • Conceitos de competência, transferibilidade e contextos de aprendizagem (formal e informal) – aplicação destes conceitos na compreensão da sua história de vida, identificação e valorização das competências adquiridas
  • Atitude empreendedora/proactiva
  • Competências valorizadas pelos empregadores - transferíveis entre os diferentes contextos laborais
    • Competências relacionais
    • Competências criativas
    • Competências de gestão do tempo
    • Competências de gestão da informação
    • Competências de tomada de decisão
    • Competências de aprendizagem (aprendizagem ao longo da vida)
  • Modalidades de trabalho
  • Mercado de trabalho visível e encoberto
  • Pesquisa de informação para procura de emprego
  • Medidas ativas de emprego e formação
  • Mobilidade geográfica (mercado de trabalho nacional, comunitário e extracomunitário)
  • Rede de contactos (sociais ou relacionais)
  • Curriculum vitae
  • Anúncios de emprego
  • Candidatura espontânea
  • Entrevista de emprego

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Plano de negócio – criação de micronegócios

Plano de negócio – criação de micronegócios
UFCD | 7854
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os principais métodos e técnicas de gestão do tempo e do trabalho.
  • Identificar fatores de êxito e de falência, pontos fortes e fracos de um negócio.
  • Elaborar um plano de ação para a apresentação do projeto de negócio a desenvolver.
  • Elaborar um orçamento para apoio à apresentação de um projeto com viabilidade económica/financeira.
  • Elaborar um plano de negócio.

Fonte ANQ

  • Planeamento e organização do trabalho
    • Organização pessoal do trabalho e gestão do tempo
    • Atitude, trabalho e orientação para os resultados
  • Conceito de plano de ação e de negócio
    • Principais fatores de êxito e de risco nos negócios
    • Análise de experiências de negócio
      • - Negócios de sucesso
      • - Insucesso nos negócios
    • Análise SWOT do negócio
      • - Pontos fortes e fracos
      • - Oportunidades e ameaças ou riscos
    • Segmentação do mercado
      • - Abordagem e estudo do mercado
      • - Mercado concorrencial
      • - Estratégias de penetração no mercado
      • - Perspetivas futuras de mercado
  • Plano de ação
    • Elaboração do plano individual de ação
      • - Atividades necessárias à operacionalização do plano de negócio
      • - Processo de angariação de clientes e negociação contratual
  • Estratégia empresarial
    • Análise, formulação e posicionamento estratégico
    • Formulação estratégica
    • Planeamento, implementação e controlo de estratégias
    • Negócios de base tecnológica | Start-up
    • Políticas de gestão de parcerias | Alianças e joint-ventures
    • Estratégias de internacionalização
    • Qualidade e inovação na empresa
  • Plano de negócio
    • Principais características de um plano de negócio
      • - Objetivos
      • - Mercado, interno e externo, e política comercial
      • - Modelo de negócio e/ou constituição legal da empresa
      • - Etapas e atividades
      • - Recursos humanos
      • - Recursos financeiros (entidades financiadoras, linhas de crédito e capitais próprios)
    • Formas de análise do próprio negócio de médio e longo prazo
      • - Elaboração do plano de ação
      • - Elaboração do plano de marketing
      • - Desvios ao plano
    • Avaliação do potencial de rendimento do negócio
    • Elaboração do plano de aquisições e orçamento
    • Definição da necessidade de empréstimo financeiro
    • Acompanhamento do plano de negócio
  • Negociação com os financiadores

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Perfil e potencial do empreendedor – diagnóstico/ desenvolvimento

Perfil e potencial do empreendedor – diagnóstico/ desenvolvimento
UFCD | 7852
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Explicar o conceito de empreendedorismo.
  • Identificar as vantagens e os riscos de ser empreendedor.
  • Aplicar instrumentos de diagnóstico e de autodiagnóstico de competências empreendedoras.
  • Analisar o perfil pessoal e o potencial como empreendedor.
  • Identificar as necessidades de desenvolvimento técnico e comportamental, de forma a favorecer o potencial empreendedor.

Fonte ANQ

  • Empreendedorismo
    • Conceito de empreendedorismo
    • Vantagens de ser empreendedor
    • Espírito empreendedor versus espírito empresarial
  • Autodiagnóstico de competências empreendedoras
    • Diagnóstico da experiência de vida
    • Diagnóstico de conhecimento das “realidades profissionais”
    • Determinação do “perfil próprio” e autoconhecimento
    • Autodiagnóstico das motivações pessoais para se tornar empreendedor
  • Caráterísticas e competências-chave do perfil empreendedor
    • Pessoais
      • - Autoconfiança e automotivação
      • - Capacidade de decisão e de assumir riscos
      • - Persistência e resiliência
      • - Persuasão
      • - Concretização
    • Técnicas
      • - Área de negócio e de orientação para o cliente
      • - Planeamento, organização e domínio das TIC
      • - Liderança e trabalho em equipa
  • Fatores que inibem o empreendedorismo
  • Diagnóstico de necessidades do empreendedor
    • Necessidades de caráter pessoal
    • Necessidades de caráter técnico
  • Empreendedor - autoavaliação
    • Questionário de autoavaliação e respetiva verificação da sua adequação ao perfil comportamental do empreendedor

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Liderança e trabalho em equipa

Liderança e trabalho em equipa
UFCD | 4647
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar o sucesso do trabalho em equipa realçando vantagens e dinâmicas subjacentes.
  • Reconhecer as especificidades e os aspetos essenciais para o sucesso no trabalho em equipa.
  • Mobilizar ativamente o potencial único de cada profissional, de forma a contribuir para a excelência no trabalho em equipa.

Fonte ANQ

  • Liderança
    • Liderança de equipas: fenómenos e dinâmicas próprias, desafios e problemas específicos
    • Diferentes preferências pessoais e o seu impacto em funções de liderança
    • Diferentes estilos de Liderança
    • Competências necessárias à coordenação de equipas
    • Estratégias de mobilização da sua equipa para um desempenho de excelência
    • Gestão de impasses de desenvolvimento ou problemas na equipa
  • Trabalho em equipa
    • Trabalho em equipa – implicações e especificidades
    • Excelência no trabalho em equipa
    • Diferenças interpessoais e o seu impacto no trabalho em equipa
    • Mobilização de recursos pessoais em função da equipa
    • Como ultrapassar impasses e obstáculos no trabalho em equipa

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Interação e rotinas diárias com crianças e jovens com necessidades educativas específicas

Interação e rotinas diárias com crianças e jovens com necessidades educativas específicas
UFCD | 9650
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer formas de interação positiva no contexto das rotinas diárias, promotoras do desenvolvimento e bem estar da criança e do jovem com necessidades educativas específicas.
  • Apoiar as crianças e jovens com necessidades educativas específicas nas suas rotinas diárias.

Fonte ANQ

  • Estratégias interativas com a criança e jovens
  • Crianças e jovens com dificuldades alimentares
    • Condições médicas
    • Problemas oro-motores (mastigação/deglutição)
    • Sensibilidade oral
    • Seletividade alimentar
    • Diferentes vias de alimentação
    • Necessidades nutricionais específicas
  • Cuidados de higiene e bem estar para crianças e jovens com mobilidade reduzida
  • Higiene da pele
  • Posicionamento

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Educação para os afetos e sexualidade

Educação para os afetos e sexualidade
UFCD | 9648
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os principais aspetos da afetividade e sexualidade na criança.
  • Caracterizar o conceito de identidade de género.
  • Debater acerca das questões de género e cidadania
  • Identificar as principais mudanças físicas e emocionais associadas à sexualidade ao longo da vida.

Fonte ANQ

  • Relações afetivas nos diferentes contextos de vida
  • Identidade de género
  • Género e cidadania em contexto(s)
  • Mudanças físicas e emocionais associadas à sexualidade ao longo da vida
  • Expressão de sentimentos e emoções
  • Atitudes e comportamentos saudáveis

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Medidas de primeiros socorros com crianças e jovens

Medidas de primeiros socorros com crianças e jovens
UFCD | 9646
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar situações de primeiros socorros com crianças e jovens.
  • Avaliar situações de emergência com crianças e jovens.
  • Identificar e aplicar técnicas de primeiros socorros em caso de acidente com crianças de jovens.

Fonte ANQ

  • Primeiros socorros
    • Objetivos
    • Atuação
    • Serviços de emergencia médica
    • Organização da mala de primeiros socorros
  • Prestação de primeiros socorros com crianças e jovens em casos de:
    • Corpos Estranhos
    • Feridas
    • Cortes
    • Insolação
    • Mordeduras
    • Picadas
    • Queimaduras
    • Entorse
    • Fraturas
    • Intoxicação
    • Hemorregias
    • Afogamento
    • Asfixia
    • Estrangulamento
    • Choque elétrico
    • Eletrocussão
  • Técnicas de Imobilização
  • Prevenção de Contaminações
  • Posição Lateral de Segurança
  • Reanimação (suporte básico de vida)
  • Atitudes e Primeiros Socorros face a situações especificas
    • Desmaio
    • Estado de Choque
    • Enregelamento
    • Crise de Hipoglicemia
    • Convulsão
    • Crise Asmática
  • Medicamentos

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Educação artística – dança

Educação artística – dança
UFCD | 9645
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer a importância da dança para o desenvolvimento global.
  • Identificar os conceitos básicos da dança.
  • Identificar diferentes estilos de dança.
  • Intervir em diferentes universos coreográficos.
  • Colaborar na organização de situações de prática de atividades de dança.

Fonte ANQ

  • Importância da dança para o desenvolvimento global
    • Dança enquanto forma de conhecimento
    • Conciencia e dominio do corpo
    • Expressividade e a intencionalidade do movimento
    • Comunicação com o outro e com o grupo
  • Dimensões da educação artística
    • Fruição/Contemplação
      • - Desenvolvimento dos processos de observação, descrição, análise, síntese e juízo crítico, de uma forma sistemática, organizada e globalizante, através do contacto com diferentes universos coreográficos
    • Interpretação/Reflexão
      • - Desenvolvimento das capacidades de expressão, comunicação e a apropriação de conhecimentos da linguagem elementar da dança e da sua compreensão no contexto
    • Experimentação/Criação
      • - Integração progressiva e intencional de materiais, meios, técnicas e conhecimentos através de explorações e atividades expressivas proporcionadoras de ocasiões conducentes à resolução de problemas
  • Conceitos de dança
    • Corpo
    • Espaço
    • Tempo
    • Dinâmica
    • Relações
    • Improvisação
    • Composição
  • Estilos de dança
    • Clássica
    • Moderna
    • Contemporânea
    • Social
    • Tradicional
    • “Danças de Rua”
  • Atividades de Dança
  • Organização e planeamento
  • Desempenho/interpretação (entre outras):
    • Imitação, através do movimento, de: situações da vida quotidiana, histórias, canções, lengalengas
    • Imitação (em simultâneo) de movimentos/sequências de movimentos sugeridos pelo professor e/ou colega (s)
    • Repetição/Reprodução de movimentos/sequências de movimentos sugeridos pelo professor, colega (s) ou outros
  • Construição/criação (entre outras)
    • Criação / recriação de movimentos a partir de, temáticas e personagens
    • Improvisação de sequências de movimentos a partir de estímulos vários
    • Construção de combinações de movimentos locomotores e não locomotores para expressar a sensibilidade individual face a temas sugeridos pelo professor (imagens, sensações, emoções, histórias, canções, etc.)
  • Observação/apreciação: (entre outras)
    • Observação de pequenas danças, em contexto de sala de aula, alternando as funções de intérprete e de observador
    • Observação e apreciação de diversas formas de dança, em diferentes contextos: físico (teatros, auditórios, museus,) televisivo e cinematográfico (séries, filmes, DVD) e digital (Internet, CDROM)
    • Expressão / comentário de pequenas peças de dança, utilizando vocabulário específico apreendido

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Educação artística - expressão dramática/teatro

Educação artística - expressão dramática/teatro
UFCD | 9643
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer a importância da expressão dramática/teatro para o desenvolvimento global.
  • Identificar diferentes géneros e estilos teatrais.
  • Identificar os conceitos básicos da Expressão dramática / Teatro
  • Intervir em diferentes universos teatrais.
  • Colaborar na organização de atividades dramáticas e projetos de teatro.

Fonte ANQ

  • Importância da expressão dramática/teatro para o desenvolvimento global
    • O Teatro enquanto forma de conhecimento
    • A interdependência entre os processos de: ver, estar , ser e agir
  • Dimensões da educação artística
    • Fruição/Contemplação – Desenvolvimento das capacidades de apreensão, descodificação e de interpretação dos códigos de leitura no contacto com diferentes universos dramáticos.
    • Interpretação/Reflexão - Incentivo, a partir da experiência pessoal de cada um, da apreciação estética e artística, através dos processos de observação, descrição, discriminação, análise, síntese e juízo critico – opiniões com critérios fundamentados –, captando a especificidade contida na linguagem e construção dramáticas
    • Experimentação/Criação - Conjugação da experiência pessoal, da reflexão, dos conhecimentos adquiridos (conceitos), através de exercícios e de técnicas específicas, para a expressão de conceitos e temáticas, procurando a criação de um sistema próprio de trabalho
  • Conceitos de expressão dramática/teatro
    • Espaço Cénico
    • Cena
    • Contracena
    • Voz
    • Respiração
    • Personagem
    • Ação/Reação
  • Géneros e estilos teatrais
    • Tragédia
    • Comédia
    • Farsa
    • Musical
  • Atividades de expressão dramática
    • Organização e planeamento
    • Jogos e exercicios dramáticos
    • Exercicios de improvisação
    • Exercícios de construção de personagem
    • Exercícios de dicção, colocação, projeção de voz, respiração
    • Exercicios de interpretação

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: EB Aldriz (Argoncilhe)
Data início: 18-04-2018Data fim: 14-05-2018
Horário: Segundas e Quartas das 19:00 às 23:00
Formador: Márcia Silva

Prestação de cuidados humanos básicos - alimentação

Prestação de cuidados humanos básicos - alimentação
UFCD | 8854
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Aplicar técnicas de prestação de cuidados de alimentação.
  • Efetuar a eliminação de resíduos alimentares.
  • Aplicar as técnicas de comunicação, de acordo com o tipo de interlocutor.

Fonte ANQ

  • Composição e valor nutricional dos alimentos
  • Necessidades nutricionais nas diferentes fases da vida
  • Regras alimentares
    • Diversidade dos alimentos
    • Diversidade das refeições (alimentos a privilegiar e a evitar)
    • Nº de refeições, horários e intervalos
    • Quantidades
  • Técnicas de comunicação
  • Alimentação
  • Dietas terapêuticas
  • Suplementos alimentares
  • Hidratação (plano de ingestão de líquidos)
  • Confeção de refeições ligeiras
    • Tipologia das refeições
    • Técnicas de preparação
    • Técnicas de manipulação e conservação (matérias-primas e alimentos frescos e confecionados)
    • Técnicas de acondicionamento
  • Cuidados de higiene alimentar
    • Preparação dos tabuleiros de refeição
  • Cuidados de higiene (antes e após as refeições)
    • Posicionamentos para a toma das refeições
  • Ingestão de alimentos e bebidas
    • Controlo de riscos
    • Sinais de alerta (engasgamento)
  • Alterações no padrão alimentar
  • Eliminação de resíduos alimentares
  • Ocorrências e anomalias no apoio à prestação de cuidados
  • Procedimentos de registo e reporte

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Cuidados de saúde primários para crianças e jovens

Cuidados de saúde primários para crianças e jovens
UFCD | 9641
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os determinantes da promoção da saúde e prevenção da doença.
  • Identificar os principais problemas de saúde da criança e do jovem.
  • Implementar medidas de prevenção e atuação em situação de doença.

Fonte ANQ

  • Conceito de saúde
  • Abordagem holística da saúde
  • Capacitação dos cuidadores
  • Saúde mental e prevenção da violência
  • Alimentação saudável
  • Atividade física
  • Mobilidade segura e sustentavel
  • Alteração do estado de saúde - sinais
  • Prevenção de comportamentos aditivos e depêndencias
  • Estratégias de promoção da inclusão de crianças e jovens com necessidades de saúde especiais
  • Desenvolvimento de competências sociais e emocionais para a tomada de decisões responsáveis em saúde
  • Plano Nacional de Vacinação
  • Estratégias de atuação do/a cuidador/a em casos de doenças não transmissíveis e doenças transmissíveis
  • Medidas de prevenção e atuação
    • Alterações respiratórias
    • Alterações gastrointestinais
    • Casos de desidratação
    • Febre/convulsões
    • Parasitoses
    • Intoxicações
    • Infeções urinárias
    • Pediculose
    • Doenças infeto-contagiosas
    • Outras
  • Medidas de prevenção e atuação para crianças e jovens com necessidades de saúde específicas
    • Criança e jovem com doença crónica complexa
    • Criança e jovem com doença aguda
    • Criança e jovem com alergias e intolerâncias alimentares
    • Criança e jovem com diabetes
  • Evicção escolar
  • Linhas de aconselhamento de saúde
    • Linha de saúde 24
    • Outras linhas de apoio e aconselhamento

Fonte ANQ

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;
  • Habilitação mínima:
    • Empregados: não tem;
    • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição
  • BI; NISS; NIF; ou Cartão Cidadão.
  • Certificado de Habilitações Literárias
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com data início e tipo contrato
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Atividades do quotidiano com crianças e jovens

Atividades do quotidiano com crianças e jovens
UFCD | 9639
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer a importância da relação afetiva e pedagógica na educação das criança e jovens.
  • Apoiar a Intervenção em contextos educativos.
  • Colaborar no desenvolvimento e acompanhamento de atividades do quotidiano com crianças e jovens.

Fonte ANQ

  • Organização e gestão do espaço educativo
    • Espaço e tempo
    • Regras e rotinas
  • Adaptação da criança e do jovem aos diferentes contextos educativos
    • Relacionamento afetivo
    • Ambiente securizante
  • Planificação de atividades
  • Atividades do quotidiano da criança
    • Principais tarefas nos períodos da refeição
    • Principais tarefas no período de descanso
    • Higiene e conforto
    • Atividades lúdicas e pedagógicas
    • Apoio ao estudo

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Técnicas de animação para crianças e jovens

Técnicas de animação para crianças e jovens
UFCD | 9851
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar o papel do animador no desempenho profissional de cuidador de crianças e jovens.
  • Identificar as principais técnicas e metodologias de animação.
  • Colaborar no planeamento de atividades de animação para crianças e jovens.

Fonte ANQ

  • Perfil do animador
  • Tipos de animação
    • Animação individual
      • - Definição
      • - Estratégias
      • - Atividades
    • Animação de grupos
      • - Definição
      • - Estratégias
      • - Atividades
  • Planeamento de atividades
    • Objetivos e meios para promover o desenvolvimento e aprendizagem da criança e do jovem
    • Atividades
    • Equipamentos, espaços, recursos materiais e humanos
    • Metodologias e técnicas

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: Grande Sábio - Santa Maria Lamas
Data início: 24-04-2018Data fim: 15-05-2018
Horário: Terças, Quartas e Quintas-feiras das 9:30 às 13:00
Formador: Márcia Silva

Respostas sociais e educativas para crianças e jovens

Respostas sociais e educativas para crianças e jovens
UFCD | 9634
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar as respostas sociais e educativas existentes para crinças e jovens.
  • Apoiar a implementação de respostas sociais e educativas de adaptação da criança e do jovem.
  • Identificar os profissionais que intervêm nos diferentes contextos.

Fonte ANQ

  • Respostas sociais e educativas para crianças e jovens
    • Ama e Creche Familiar
    • Creche
    • Educação pré-escolar
    • Escolaridade obrigatória
    • Outras respostas
  • A criança e o jovem no contexto
    • Adaptação da criança e do jovem aos vários contextos
    • A separação da familia
      • - A importância das rotinas
    • O tempo livre da criança e o tempo ocupado livremente
    • Tempo de estudo vs tempo livre
  • Os profissionais
    • Os cuidadores informais
    • Os cuidadores formais
    • Outros profissionais

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Desenvolvimento de crianças e jovens

Desenvolvimento de crianças e jovens
UFCD | 9635
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar as especificidades do desenvolvimento de crianças e jovens.
  • Identificar os fatores condicionantes do desenvolvimento das crianças e jovens.
  • Identificar os sinais de alerta relativos aos problemas de desenvolvimento das crianças e jovens.

Fonte ANQ

  • Desenvolvimento de crianças e jovens
    • Desenvolvimento físico e psicomotor
    • Desenvolvimento cognitivo
    • Desenvolvimento da linguagem
    • Desenvolvimento sócio-afetivo
  • Especificidades do desenvolvimento de crianças e jovens
    • Vinculação: a criança e o adulto de referência
    • Primeiros comportamentos sociais
    • Importância do contexto pré-escolar e suas implicações nos comportamentos sociais
    • Importância do papel do adulto como modelo de referência
    • Importância do contexto escolar e suas implicações nos comportamentos sociais
    • Internet e redes sociais
    • Principais desafios do desenvolvimento da sexualidade e relações entre pares
  • Fatores condicionantes do desenvolvimento das crianças e jovens
  • Problemas de desenvolvimento - sinais de alerta
  • O período da adolescência
    • Características (feminino versus masculino)
    • Adaptação e inserção
    • Desvios
    • Estratégias de comunicação

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Enquadramento legal na proteção de crianças e jovens

Enquadramento legal na proteção de crianças e jovens
UFCD | 9633
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os requisitos legais associados à intervenção com crianças e jovens.
  • Utilizar os mecanismos de apoio e referenciação disponíveis no sistema nacional de proteção de crianças e jovens em perigo.

Fonte ANQ

  • Enquadramento legal do sistema nacional de proteção de crianças e jovens em perigo
    • Princípios da intervenção
    • Requisitos para a intervenção dos profissionais
    • Funcionamento das comissões de proteção de crianças e jovens e sua competência territorial
    • Medidas de promoção e proteção de crianças e jovens
    • Mecanismos de apoio, denúncia e referenciação de situações de perigo
      • - Mecanismos de apoio e de referenciação
        • - Linhas telefónicas de ajuda e informação
        • - Forças de Segurança
        • - Centros de Saúde
        • - Núcleos de Apoio à Criança Maltratada e Família
        • - Comissões de Proteção de Crianças e Jovens
      • - Referenciação de situações em que a criança ou jovem se encontra em perigo (como e quando)

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância

Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância
UFCD | 9632
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância.
  • Reconhecer a importância da articulação entre as Equipas Locais de Intervenção e a família.
  • Caracterizar o modelo de intervenção e sua articulação com os vários subsistemas.
  • Identificar sinais de alarme no desenvolvimento de crianças e jovens.

 

Fonte ANQ

  • Intervenção precoce
    • Definição
    • Destinatários
    • Modelo de intervenção e articulação – Saúde, Educação e Segurança Social
      • - Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância – SNIPI
      • - Organização e competências
      • - Critérios de elegibilidade e encaminhamento
      • - Metodologia de intervenção dos organismos competentes
      • - Papel das equipas locais de intervenção (ELI) - Articulação da intervenção multidisciplinar
  • Problemas de desenvolvimento
    • Identificação de sinais de alarme - critérios de elegibilidade
  • Papel do profissional – Criação de condições adequadas ao desenvolvimento infantil
  • Cuidados a prestar à criança
    • Papel da família e da comunidade – Intervenção centrada na família

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Ética e deontologia profissional no trabalho com crianças e jovens

Ética e deontologia profissional no trabalho com crianças e jovens
UFCD | 9631
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer as exigências éticas associadas à atividade profissional no trabalho com crianças e jovens.
  • Identificar os fatores deontológicos associados à atividade profissional no trabalho com crianças e jovens.
  • Reconhecer as suas próprias competências e funções no trabalho com crianças e jovens.

Fonte ANQ

  • Ética e deontologia profissional no trabalho com crianças e jovens
    • Conceitos de ética e de moral
    • Princípios de referência ética
      • - Competência
      • - Responsabilidade
      • - Integridade
      • - Respeito
    • Os Direitos das Crianças
    • Respeito pelo superior interesse da criança
    • Respeito pelas diferenças religiosas, culturais e socioeconómicas da criança e sua família
    • Dever de transparência e Informação à família
    • Dever de colaboração com a família na procura de soluções
    • Dever de zelo
    • Particularidades da aplicação dos princípios éticos e deontológicos no trabalho com crianças em contexto diferenciados
      • - Domicílio
      • - Entidades privadas
      • - Entidades públicas
  • Compromissos com os intervenientes
    • Compromisso com as crianças e jovens
    • Compromisso com as famílias
    • Compromisso com a equipa
    • Compromisso com a entidade empregadora
    • Compromisso com a comunidade e com a sociedade em geral
  • Comportamentos e atitudes
    • Relações interpessoais
    • Resolução de conflitos
    • Bem-estar pessoal
    • Ética do cuidado
    • Sigilo profissional
    • Negligência e maus tratos

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Modelos familiares e formas de parentalidade

Modelos familiares e formas de parentalidade
UFCD | 9186
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os modelos familiares e as diferentes formas de parentalidade.
  • Colaborar com a família na defesa do superior interesse da criança.
  • Conciliar a vida familiar com a atividade de ama.

 

Fonte ANQ

  • Evolução e perspetivas da dinâmica familiar
  • Diversidade de modelos familiares
  • Formas de parentalidade: biológica, adoção, apadrinhamento civil, acolhimento familiar e tutela
  • Colaboração com a família
    • Estilos educativos parentais
    • Adaptação a diferentes contextos familiares
    • Estratégias de gestão e prevenção de conflitos
  • Conciliação da vida familiar e vida profissional

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Cuidados de rotina diária e atividades promotoras do desenvolvimento da criança

Cuidados de rotina diária e atividades promotoras do desenvolvimento da criança
UFCD | 9185
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os materiais lúdico-didáticos e equipamentos necessários para o exercício da atividade de ama.
  • Planificar as rotinas diárias e as atividades promotoras do desenvolvimento das crianças.
  • Desenvolver as atividades lúdico-didáticas relacionando-as com o quotidiano das crianças na família e comunidade.
  • Reconhecer a importância da integração dos valores e princípios educativos na atividade de ama.

 

Fonte ANQ

  • Formas de organização do espaço físico, do equipamento e material necessário ao exercício da atividade de ama
  • Desenvolvimento das rotinas com as crianças
    • Entrada, acolhimento e saída das crianças e familiares
    • Cuidados de higiene
    • Apoio na alimentação
    • Descanso
    • Cuidados em situação de doença ou acidente
  • Atividades promotoras do desenvolvimento com crianças dos 0 aos 3 anos
    • Jogos sensoriomotores
    • Jogos relacionais ou funcionais
    • Jogos de construção
    • Jogos simbólicos ou “faz de conta”
    • Jogos de linguagem: histórias, lengalengas, destrava línguas, canções, outras
  • Planeamento das rotinas diárias e das atividades promotoras do desenvolvimento.
    • Importância do brincar no contexto da relação e dos cuidados diários à criança
      • Papel do adulto no brincar
      • Socialização e autonomização da criança
      • Descoberta do mundo natural
    • Importância da garantia da continuidade das rotinas da criança na ama e na família
    • Intencionalidade educativa no trabalho com crianças dos 0 aos 3 anos
    • Estratégias de implementação das rotinas e atividades
    • Regras e limites

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: Grande Sábio - Santa Maria de Lamas
Data início: 26-02-2018Data fim: 14-03-2018
Horário: Segundas e Quartas das 19:00 às 23:00
Formador: Silvana Marques

Desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos - iniciação

Desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos - iniciação
UFCD | 9183
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Reconhecer as fases do desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos.
  • Identificar os fatores condicionantes do desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos.
  • Identificar os sinais de alerta relativos aos problemas de desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos.
  • Reconhecer os tipos de alterações nas funções ou estruturas do corpo da criança dos 0 aos 3 anos.

 

Fonte ANQ

  • Fases do desenvolvimento da criança dos 0 aos 3 anos
    • Desenvolvimento físico e psicomotor
    • Desenvolvimento cognitivo
    • Desenvolvimento da linguagem
    • Desenvolvimento sócio afetivo
      • Vinculação: a criança e o adulto de referência
      • Primeiros comportamentos sociais
      • Segurança afetiva
      • Curiosidade e ímpeto exploratório
      • Autoestima
  • Fatores condicionantes do desenvolvimento da criança
  • Problemas de desenvolvimento: sinais de alerta
  • Crianças com alterações nas funções ou estruturas do corpo ou com risco grave de atraso de desenvolvimento

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Enquadramento legal e princípios éticos e deontológicos no exercício da atividade de ama

Enquadramento legal e princípios éticos e deontológicos no exercício da atividade de ama
UFCD | 9182
Nível 2
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os requisitos e as condições para o acesso e exercício da atividade de ama.
  • Identificar os serviços e respostas sociais e educativas disponíveis para a 1ª infância.
  • Utilizar os mecanismos de apoio e referenciação previstos na lei de proteção de crianças e jovens em perigo.
  • Reconhecer os princípios éticos e deontológicos no trabalho com crianças.

 

Fonte ANQ

  • Legislação em vigor para o exercício da atividade de ama
  • Conceito e objetivos da atividade
  • Requisitos e condições para concessão, substituição e cancelamento da autorização para o exercício da atividade
  • Regulamentos em vigor relativos às condições de higiene e de segurança habitacionais
  • Requisitos relativos à organização do espaço físico e do equipamento e material necessários ao exercício da atividade
  • Direitos e deveres das amas
  • Processo individual da criança e processo da atividade de ama
  • Creche familiar
  • Caracterização das condições, competências e acompanhamento das instituições de enquadramento
  • Direitos e deveres da ama perante a instituição de enquadramento e a família/criança
  • Formas de contratualização da prestação de serviços
  • Contratualização direta com a família
  • Exercício da atividade de ama no âmbito de uma instituição de enquadramento
  • Serviços e respostas sociais e educativas para a 1ª infância
  • Sistema nacional de intervenção precoce
  • Outras respostas sociais e educativas
    • Creche
    • Educação pré-escolar
  • Sistema de proteção de crianças e jovens em perigo
  • Princípios da intervenção
  • Funcionamento das comissões de proteção de crianças e jovens e sua competência territorial
  • Mecanismos de apoio e de referenciação de maus tratos
    • Identificação dos mecanismos de apoio e de referenciação: linhas telefónicas de ajuda e informação; forças de segurança; centros de saúde; núcleos de apoio à criança maltratada e família; comissões de proteção de crianças e jovens
    • Como e quando referenciar situações de maus tratos
  • Princípios éticos e deontológicos no exercício da atividade de ama
  • Respeito pelo superior interesse da criança
  • Confidencialidade
  • Integridade
  • Responsabilidade
  • Respeito pelas diferenças religiosas, culturais e socioeconómicas da criança e sua família
  • Respeito pela vida privada da criança e sua família
  • Dever de transparência e informação à família
  • Dever de colaboração com a família na procura de soluções
  • Dever de zelo
  • Particularidades da aplicação dos princípios éticos e deontológicos na atividade realizada no domicílio

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: não tem;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Desenvolvimento sexual de crianças com NEE

Desenvolvimento sexual de crianças com NEE
UFCD | 3292
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar o desenvolvimento sexual da criança com deficiência.

 

Fonte ANQ

  • Educação sexual na deficiência
  • Cognição, valores e sexualidade
  • Direito à sexualidade

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados:  9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Formas de intervenção precoce em crianças com NEE

Formas de intervenção precoce em crianças com NEE
UFCD | 3291
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar o processo de intervenção precoce em crianças com necessidades especiais de educação.

 

Fonte ANQ

  • Conceito e âmbito da intervenção precoce
  • Modelos de intervenção precoce

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados:  9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: Grande Sábio | Santa Maria De Lamas
Data início: 16-11-2017Data fim: 12-12-2017
Horário: Terças e Quintas das 20:00 às 23:00
Formador: Fabiana Silva

Planificação de atividades de tempos livres - refeições

Planificação de atividades de tempos livres - refeições
UFCD | 3289
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Planificar e orientar as refeições das crianças.

 

Fonte ANQ

  • Pôr a mesa
  • Servir a refeição
  • Regras sociais intrínsecas às refeições
    • Sentar
    • Utilização do guardanapo
    • Utilização dos talheres
    • Relação com os colegas
    • Ajuda a crianças com maior dificuldade de alimentação

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados:  9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Planificação de atividades de tempos livres - higiene e saúde

Planificação de atividades de tempos livres - higiene e saúde
UFCD | 3288
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Planificar e orientar os procedimentos relativos à higiene e saúde da criança.

 

Fonte ANQ

  • Antes e depois das refeições
  • Antes, durante e depois das atividades

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: 9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Higiene, saúde e segurança da criança

Higiene, saúde e segurança da criança
UFCD | 3284
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Enunciar os procedimentos relativos à prevenção de doenças.
  • Planificar e desenvolver, autonomamente, as ações relativas ao aconselhamento, higiene, manutenção e preparação de materiais e equipamento de acompanhamento.

 

Fonte ANQ

  • Saúde e higiene pessoal
    • Higiene oral
    • Despiste de alterações visuais
    • Alterações cutâneas
  • Dietas alimentares
    • Alimentação equilibrada
    • Distúrbios alimentares
  • Higiene, manutenção e preparação de equipamentos espaços e materiais
    • Conceitos fundamentais
  • Cuidados básicos de saúde
    • Ministrar medicamentos
    • Tratamento de pequenas feridas
    • Acompanhamento aos serviços de saúde
    • Informação à família dos acidentados

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: 9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

Saúde mental infantil

Saúde mental infantil
UFCD | 3267
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os conceitos básicos de saúde mental infantil.
  • Desenvolver ações adequadas à promoção da saúde mental infantil.

 

Fonte ANQ

  • Fundamentos de saúde mental
    • Definição
    • Conceitos básicos de saúde mental
  • Perspetivas preventivas em saúde mental
    • Normal e patológico
    • Modelo preventivo - fatores de equilíbrio e de risco
    • Crises de desenvolvimento e crises acidentais
  • Saúde mental na família
    • Criança e família
    • Importância da abordagem familiar
    • Objetivos da perspetiva familiar
  • Criança vulnerável e em risco
    • Desenvolvimento e vulnerabilidade
    • Algumas situações de risco
      • Carência afetiva materna
      • Criança prematura
      • Criança hospitalizada
      • Criança de família desmembrada
      • Síndroma da criança negligenciada e batida
      • Criança psicossomática

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados:  9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: Grande Sábio - Santa Maria de Lamas
Data início: 12-04-2018Data fim: 08-05-2018
Horário: Terças e Quintas-feiras | 19:30 às 23:00
Formador:

Atividades pedagógicas do quotidiano da criança

Atividades pedagógicas do quotidiano da criança
UFCD | 3281
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Planificar, desenvolver e acompanhar atividades pedagógicas relacionando-as com o quotidiano das crianças.

 

Fonte ANQ

  • Observação e conhecimento individualizado das crianças: técnicas e procedimentos
  • Relação e comunicação com as crianças
  • Relação e comunicação com os diferentes adultos
  • Desenvolvimento do trabalho em equipa
  • Desenvolvimento de atitudes e comportamentos
    • Responsabilidade
    • Iniciativas pessoais
    • Capacidade de autocrítica
    • Capacidade de reformular as suas ações

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados:  9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

 

Local: Grande Sábio - Santa Maria de Lamas
Data início: 21-03-2018Data fim: 11-04-2018
Horário: Segundas e Quartas das 19:00 às 23:00
Formador: Silvana Marques

Modelos pedagógicos

Modelos pedagógicos
UFCD | 3276
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários
  • Identificar os modelos psicopedagógicos adequados a creches e jardins-de-infância.
  • Identificar os fatores e reconhecer a importância da organização dos espaços e atividades pedagógicas.

 

Fonte ANQ

  • Percursores da educação pré-escolar
  • Principais correntes pedagógicas no período contemporâneo
    • Movimento educação nova
    • Pedagogia da educação popular
    • Pedagogia não diretiva
    • Pedagogia construtivista
  • Modelos Pedagógicos e organização dos espaços educativos

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: 9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

 

Local: Grande Sábio - Santa Maria de Lamas
Data início: 24-04-2018Data fim: 17-05-2018
Horário: Terças e Quintas-feiras | 9:30 às 13:00
Formador:

Espaços, materiais e equipamentos - creche e jardim-de-infância

Espaços, materiais e equipamentos - creche e jardim-de-infância
UFCD | 3280
Nível 4
Carga horária | 25 horas

 

Objetivos Conteúdos Requisitos Destinatários

Planificar e desenvolver autonomamente as ações relativas à higiene, manutenção, arrumação e preparação de materiais, equipamentos e espaços em ambiente de creche ou jardim-de-infância.

 

Fonte ANQ

  • Verificação dos stocks de materiais não pedagógico
  • Elaboração e preparação de materiais necessários a atividades pedagógicas
  • Preparação dos espaços e equipamentos para as refeições, sesta e atividades pedagógicas
  • Acompanhamento de refeições
  • Participação nas sestas e na higiene

 

Fonte ANQ

Habilitação mínima:

  • Empregados: 9º ano;
  • Desempregados: 12º ano;

 

Documentação necessária para inscrição:

  • Ficha de inscrição;
  • Cartão Cidadão ou BI; NISS e NIF;
  • Certificado de Habilitações Literárias;
  • Comprovativo Situação de Emprego ou Desemprego
    • Desempregados:
      • Declaração do centro de emprego (emitida – 6 meses) com a data de inscrição
    • Empregados:
      • Conta doutrem: Declaração da entidade empregadora com horário de trabalho.
      • Conta própria: Declaração Segurança Social a comprovar descontos ou declaração abertura da atividade

Destinatários Elegíveis: (+18 e -65 ou não reformado ou não inválido)

  • Ativos empregados, com especial enfoque nos que estão em risco de perda de emprego;
  • Desempregados, incluindo DLD (desempregados de longa duração), detentores de habilitações iguais ou superiores ao ensino secundário, que se encontram mais próximo do reingresso no mercado de trabalho;

 

Possíveis interessados

  • Auxiliares de Acão Educativa;
  • Animadoras Socioculturais;
  • Amas;
  • Assistentes Sociais;
  • Encarregados de Educação;
  • Professores;
  • Interessados na área da Educação que exercem funções em creches, jardins-de-infância e ATL e/ou aos que pretendem integrar esta área.

 

Local: Santa Maria de Lamas
Data início: Data fim:
Horário:
Formador:

 

f g+
© 2017 Grande Sábio Lda. - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por aO!Sa
^